É em Santo António de Mixões da Serra que se realiza uma mais emblemáticas tradições nacionais - a Bênção dos Animais.

A origem desta tradição está relacionada com a protecção que os pastores pediram a Santo António na sequência de um período em que os rebanhos eram dizimados pelos ataques dos lobos e pela peste.
 
Desde o século XVI que, no domingo que antecede o dia festivo de Santo António (13 de Junho), os agricultores e produtores de gado, acompanhados de centenas de turistas e forasteiros, sobem ao alto do santuário de Mixões da Serra para o cumprimento do ritual da Benção dos Animais.

Neste dia o largo fronteiro do Santuário enche-se de milhares de pessoas e animais para participarem na cerimónia da Bênção dos animais.
 
Desde o nascer do dia, nas regiões adjacentes a Mixões da Serra, encontramos grupos de pessoas e animais enfeitados, que se dirigem em romaria para cumprirem promessas ou pedir a protecção do Santo para os seus animais.
 
A par destes actos religiosos, Santo António de Mixões da Serra enche-se de tascas de comes e bebes, restaurantes improvisados, vendedores de fruta, pão e doces típicos. A animação é assegurada pelos grupos de folclore, cantares ao desafio, bandas de música e uma sessão de fogo de artifício que encerra as festividades.

"A Bênção dos Animais" é ainda marcado pela imponência granítica do Santuário e pela beleza natural das paisagens, os quais dão um simbolismo especial ao acto, que abrange vacas, ovelhas, cabras, cavalos, asnos, cães, gatos e outros animais domésticos.

As estradas serranas enchem-se, ainda de madrugada, com os criadores de animais bovinos e equestres, oriundos ora das localidades Vila Verde, ora de zonas mais distantes, como Terras de Bouro, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez, Amares e outros concelhos.

Vem a Mixões da Serra, descobrir uma das nossas maiores riquezas paisagisticas, passando por trilhos inesqueciveis.